Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 16/07/2020

Política de MT - A | + A

EM ESTUDO 13.01.2020 | 15h44

Reforma da Previdência municipal irá para Câmara em fevereiro e isenta inativos

Facebook Print google plus

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

A reforma da Previdência municipal deve ser encaminhada para a Câmara de Cuiabá ainda em fevereiro. O projeto de lei ainda está em fase de estudo, mas, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) garantiu que quem é isento continuará sem contribuir e não irá taxar os aposentados.

 

Leia também -Prefeito recorre ao MPE e Tribunal de Contas para contratar médicos

 

Em evento na manhã desta segunda-feira (13), Pinheiro disse que já pediu um estudo para sua equipe técnica e também acionou a Procuradoria Geral do Município (PGM) para identificar os pontos que devem ser seguidos no projeto. Explicou que tem o prazo até junho para promulgar a reforma, mas que pretende agilizar esse processo.

 

“Eu tenho que implantar aquilo que prevê a PEC para Estados e Municípios e não tenho como fugir, mas sempre pensando na justiça social, no pacote de bondade e responsabilidade fiscal. Não entendo que para promover a reforma você precise promover a injustiça e chicotear o servidor. Em hipótese alguma”, explicou.

 

O gestor esclareceu que irá dialogar os servidores para definir as medidas a serem tomadas, mas já adianta que não irá penalizar os inativos. “Eles já ganham pouco, descontar R$ 200, R$ 300 ou R$ 400 do salário deles é quase uma violência. Eles já estão inativos, não tem poder de pressão nenhum. Agora podem usufruir um pouco do que já fizeram pela comunidade”, declarou o prefeito.

 

Emanuel Pinheiro explica que tem 180 dias para se adequar às mudanças, mas já quer dar andamento ao processo.
“Tenho até junho, mas já me reuni hoje com a equipe econômica e defini que, se possível, após diálogo com a categoria, em fevereiro já quero encaminhar as adequações da reforma previdenciária para a Câmara”, afirma.

 

Hoje, Cuiabá não tem déficit com a previdência porque a arrecadação é alta, mas há um desequilíbrio no pagamento ao setor, conforme informou o prefeito.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Você acredita na eficácia das barreiras sanitárias implantadas em Cuiabá?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 16/07/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,50 -0,46%

Algodão R$ 120,10 0,13%

Boi a Vista R$ 136,92 3,73%

Soja Disponível R$ 65,40 -0,61%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.