Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 09/04/2020

Política de MT - A | + A

por cassação de colega 17.02.2020 | 10h29

Toninho de Souza registra BO por ameaças de morte em redes sociais

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Abílio Junior - Toninho de Souza

Duramente criticado nas redes sociais por conta do processo de cassação contra o vereador da oposição Abílio Junior (PSC), o presidente da Comissão de Ética, Toninho de Souza (PSD) decidiu  registrar um boletim de ocorrência por ameaças de morte que teria recebido.

 

"Houve algumas incitação nas redes sociais do comitê da maldade dessa turma, e eu recebi algumas ameaças de morte pelas redes sociais. Eu procurei uma delegacia e registrei um Boletim de Ocorrência", disse o parlamentar de Cuiabá neste fim de semana pelas redes sociais. 

 

Segundo Toninho de Souza, o seu voto teria sido técnico e com base no relatório do vereador Ricardo Saad (PSDB), relator do caso. “Eu sou um, em 25 vereadores. Não sou eu que estou cassando o Abílio, mas sim estou fazendo meu papel como presidente da Comissão de Ética. E a Comissão de Ética só investiga o processo que chega até ela”. 

 

Leia também - Prefeitura suspende lançamento de obra após confusão com 'proprietário'

 

No entanto Toninho de Souza teve uma reação diferente dessa vez, isso porque em relação a CPI que investiga o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) ele afirmou que não cabe à Câmara investigar, já que outros órgãos já estaria fazendo isso, como o Ministério Público (MP). 

 

Toninho de Souza diz que tem sofrido ataques do que chamou de "comitê da maldade da turma deles". "O vereador Abílio infelizmente usa de rancor, de difamação, de calúnia, esse é o comportamento dele. Muito estranho vindo de um rapaz cristão, que cresceu na igreja, o que prega a bíblia", diz outro trecho do vídeo postado nas redes sociais. 

 

O relatório da Comissão de Ética foi apresentado na última quarta-feira (12), quando votaram pela cassação de Abílio Júnior. O relator, vereador Ricardo Saad (PSDB), baseou seu voto no vídeo em que Abílio fala da ameaça que teria recebido de vereadores e também no caso de uma suposta invasão ao hospital São Benedito. 

 

Sobre a última acusação o vereador se defendeu dizendo que era o presidente da CPI da Saúde e que teria poder de polícia para entrar em órgãos investigados. Também ressaltou que as investigações ajudaram na Operação Sangria, que levou a prisão do ex-secretário de Saúde, Huark Douglas.   

 

Até o presidente da comissão de ética, vereador Toninho de Souza (PSD), pediu para ver o vídeo em que Abílio relata à ameaça que teria recebido de vereadores antes de proferir o seu voto.  No vídeo, o parlamentar cita ameaças que recebeu de diversos vereadores. Também diz que o presidente da Câmara, vereador Misael Galvão (PTB) sempre o repreende quando ele faz críticas.

 

Todos os membros votaram com o relator que optou apontou quebra de decoro parlamentar do vereador. O caso será levado para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e depois será apreciado em plenário. Parlamentares de oposição alertaram que a comissão pode invalidar provas da Operação Sangria.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Povo feito de troxa - 18/02/2020

Esses comentários estão sendo apagados tirem printe pessoal vivemos no que dizem democracia mas essa democracia não vale de nada somos feitos de palhaço Nem todos que confessam senhor senhor não entrarar no reinos dos céus. No final de tudo um julgamento vai acontecer tudo que é oculto será revelado temos um juiz é justiça.

Maria Flor dos santos - 17/02/2020

VC É XAROPE TONINHO ,VC PODE MALTRATAR OS OUTROS MAS SE DÓI QUANDO É OFENDIDO...VC É SENSÍVEL DEMAIS SE ACHA COMO REI DA COCADA PRETA .

PAULO - 17/02/2020

O TONINHO DE SOUZA, ERA OUTRO QUE TINHA QUE SER CASSADO TAMBEM. COO MUITOS QUE ESTAO MAMANDO E NAO FAZEM NADA PELA POLUÇÃO.

3 comentários

1 de 1

Enquete

A cloroquina está liberada para o tratamento dos pacientes do coronavírus no Brasil, mas a polêmica continua

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 08/04/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,30 -2,40%

Algodão R$ 92,91 0,53%

Boi a Vista R$ 130,75 0,06%

Soja Disponível R$ 68,00 0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.