Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 26/05/2020

Cidades - A | + A

final de ano 28.12.2019 | 13h05

Histórias na rodoviária têm em comum saudade e despedidas

Facebook Print google plus
Ana Flávia Corrêa

anaflavia@gazetadigital.com.br

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Maria Fernandes Lage e Débora Galdino de Oliveira

Vinte e cinco anos separavam a aposentada Maria Fernandes Lages, 67, das memórias de afeto e partilha com uma vizinha antiga, quando ambas moravam na cidade de Cacoal, em Rondônia. O destino e os compromissos da vida adulta fizeram com que Sônia tivesse que se mudar para Campo Verde, no interior de Mato Grosso.

 

Leia também - Fim de semana tem alerta de temporais para todo o estado

 

Daí, restou a saudade. Na sexta-feira (27), contudo, na rodoviária de Cuiabá, Maria esperava para voltar para casa depois de uma viagem que durou 15 dias na casa da amiga quase filha. Junto da filha biológica Débora de Oliveira, 41, e da cachorrinha Luna, ela esperava pelo ônibus que depois de 18 horas a levaria de volta ao estado vizinho. 

 

Conforme contou ao , a aposentada sempre falava com Sônia por meio das redes sociais, mas só neste ano conseguiu juntar dinheiro para que pudesse revê-la. Elas passaram o Natal juntas relembrando os tempos antigos. 

 

"Nos conhecemos lá em Cacoal mesmo. A mãe dela era uma mulher sozinha que tinha um bocado de filho pra criar. A gente morava de frente com a outra e fez amizade. Todo mundo cresceu cuidando um do outro. Mas quando a mãe dela morreu eles ficaram sozinhos, veio um parente mas ela não conseguiu adaptar e preferiu ficar em casa comigo", disse. 

 

A convivência e o vínculo fez com que Sônia desse à sua primeira filha o mesmo nome da filha de Maria: Débora. A última vez que a aposentada viu a menina ela tinha 5 anos, hoje já passa dos 30. A viagem também serviu para que Maria conhecesse o outro filho da amiga. 

 

"Toda vida teve essa amizade, sempre participando uma da vida da outra. Ela só vivia convidando, convidando, mas eu nunca podia. Ela juntou dinheiro para pagar a passagem para gente. Eu fiquei com vergonha, porque ela trabalha com dificuldade na fazenda e pagou tudo para nós. Foi para mim uma coisa que eu vou guardar para sempre".

 

No interior de Mato Grosso, a amiga levou Maria para conhecer diversos pontos turísticos, como os tradicionais destinos em Chapada dos Guimarães e no Parque Estadual das Águas Quentes. Os 15 dias foram movimentados para a família que visitou pela primeira vez o estado.

 

Chico Ferreira

Fim de Ano / Viagem

 

"É uma coisa maravilhosa mesmo. Ela é uma filha, tem até idade para ser minha filha. Nesses dias eu não passei em casa, era só passeando de um lado para o outro, para tudo quanto é canto", finalizou. 

 

As histórias que se cruzam na Rodoviária têm em comum a saudade e as despedidas. A estudante Jéssica Miranda Alves, 21, assim como Maria, acabava de se despedir de uma irmã que mora em Sapezal para voltar para o interior do Paraná. Junto da filha de 2 anos, da mãe e do pai, eles passaram o Natal na cidade do interior. 

 

Separados da filha mais velha da família há pelo menos 3 anos, esta foi a primeira vez que eles vieram para Mato Grosso. Para chegar até aqui, percorreram um percurso que durou quase 30 horas.     

 

"Eu pretendo vir mais vezes, mas preciso dar um tempinho para descansar. A gente não se via há 7 meses, mas sempre se falava, porque temos um vínculo muito forte. Quando ela veio para cá foi muito difícil, mas foi a trabalho então não teve escolha. O ir embora e o despedir não é fácil, sempre tem choro", relatou a menina, enquanto tentava conter as lágrimas.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

A constante troca de ministros pelo presidente Jair Bolsonaro compromete a sua gestão?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 26/05/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 25,05 -0,20%

Algodão R$ 94,21 -0,52%

Boi a Vista R$ 136,75 0,18%

Soja Disponível R$ 71,30 0,42%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.