Publicidade

Cuiabá, Sábado 07/12/2019

Cidades - A | + A

aceita voluntários 14.10.2019 | 19h03

UFMT anuncia cortes em bolsas de alunos a partir deste mês

Facebook Print google plus
Ana Flávia Corrêa

anaflavia@gazetadigital.com.br

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

Por falta de recursos financeiros, a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) suspendeu todas as bolsas de monitoria e tutoria ofertadas aos estudantes a partir de outubro. Documento foi despachado na última sexta-feira (11).

 

Leia também - MT tem previsão de vendavais, tempestade e até granizo para 102 cidades

 

"No entanto, caso os estudantes monitores e tutores bolsistas tenham interesse em atuar na modalidade voluntária, poderão permanecer nos programas, caso contrário as coordenações de curso deverão excluir o cadastro dos discentes", diz trecho do documento. 

 

Situação é uma das consequências do corte de gastos de 30%, anunciados em maio deste ano, pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub. Com isto, a UFMT deixou de receber R$ 34 milhões. 

 

Conforme noticiou o , no início do mês a universidade já havia anunciado medidas emergenciais para adequar a UFMT ao cenário de cortes e falta de dinheiro. 

 

Na ocasião, a reitora Myrian Serra salientou que a insuficiência de recursos liberado pelo Ministério da Educação (MEC) ameaça a continuidade das atividades acadêmicas e administrativas. 

 

Entre as ações para reduzir despesas estão as despensas de funcionários terceirizados, a suspensão do 'Ligeirão', ônibus que transporta estudantes de forma gratuita dentro do campus e o corte do funcionamento do Restaurante Universitário no período das férias. A expectativa é economizar R$ 3,5 milhões. 

 

"Este não é o cenário desejado e a gestão universitária sempre priorizou as bolsas e os auxílios para estudantes, mas que essa medida é essencial para preservar a continuidade das atividades acadêmicas e a manutenção dos auxílios de caráter assistencial", disse a ordenadora de despesas da universidade, Cendyi Prado, em documento do dia 1 de outubro.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Racismo, fake news e ganância são alguns dos sambas-enredo deste ano. O Carnaval deve ser politizado?

Parcial

Edição digital

Sábado, 07/12/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,90 -0,45%

Algodão R$ 92,99 -1,08%

Boi a Vista R$ 140,00 0,90%

Soja Disponível R$ 69,80 -0,71%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.