Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 06/12/2019

Judiciário - A | + A

CONTA de R$ 956 08.10.2019 | 11h25

Empresa é condenada R$ 3 mil a cliente que teve água cortada indevidamente

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso negou a apelação da concessionária de água e esgoto de Cuiabá e manteve a indenização de R$ 3 mil por danos morais a uma moradora do CPA 4. A decisão foi unânime na Segunda Câmara de Direito Privado. Segundo a consumidora lesada, uma das faturas veio com o valor muito acima das contas anteriores, sem nenhum aumento anormal no uso da água na residência.

 
Leia também -Por decisão judicial, Estado fornece canabidiol a 4 pacientes

 

A moradora do bairro CPA IV alegou que foi surpreendida com a cobrança no valor de R$ 956,50 por desvio de água, no mês de fevereiro de 2014, sendo que nos meses anteriores as faturas eram de R$ 75,24 a R$ 313,13. A empresa cortou o fornecimento. A consumidora, então, procurou o Procon Estadual para resolver a situação, mas a empresa não quis fornecer qualquer informação sobre o ocorrido.


No entendimento da relatora da ação, Marilsen Andrade Addario, não há o que se falar em anulação de decisão e que configura ilícito a suspensão de serviço de natureza essencial, tendo em vista não haver nenhuma prova da realização de perícia no hidrômetro que tenha constatado o alegado desvio de água pela consumidora, impõe-se a indenização por dano moral pela má prestação de serviço, sendo desnecessária a comprovação do prejuízo, o qual se verifica pela conduta, ocorrendo o dano in re ipsa.

O entendimento foi acompanhando pela turma julgadora composta pelos desembargadores Clarice Claudino da Silva, João Ferreira Filho, Maria Helena Gargaglione Povoas, Nilza Maria Pôssas de Carvalho, Sebastião Barbosa Farias e Sebastião de Moraes Filho.

“A relação jurídica exposta nos autos está sujeita ao regime do Código de Defesa do Consumidor, pois estão caracterizadas as figuras do consumidor e do fornecedor, personagens capitulados nos artigos 2º e 3º”, diz trecho do voto da relatora.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

Enquete

Ondas de manifestações ocorridas em países como Chile e Colômbia podem chegar ao Brasil?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 06/12/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,20 -0,45%

Algodão R$ 92,84 0,55%

Boi a Vista R$ 130,00 0,00%

Soja Disponível R$ 69,00 -1,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.