Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 29/10/2020

Política de MT - A | + A

Deu em A Gazeta 13.12.2019 | 07h31

66 inativos recebem R$ 35 mil em Mato Grosso

Facebook Print google plus
Redação de A Gazeta

redacao@gazetadigital.com.br

Mayke Toscano/Secom

Mayke Toscano/Secom

O governo do Estado divulgou informações sobre as aposentadorias dos servidores públicos de Mato Grosso. Os dados apontam que o MT Prev paga valores acima de R$ 35 mil para um seleto grupo de 66 servidores. O valor de R$ 35 mil é 6 vezes superior à média do que é pago na iniciativa privada a um aposentado que consegue receber o teto do INSS de R$ 5.839,45, acima dos 65 anos de idade.

 

Na média, de acordo com os dados, esses servidores, que estão na inatividade, se aposentaram com 53 anos de idade. Em Mato Grosso a expectativa de vida é de 74,5 anos. Na faixa de R$ 30 mil e abaixo de R$ 35 mil, a média de aposentadoria é de 52 anos e há 478 servidores estaduais nessa situação. Já acima de R$ 25 mil e abaixo de R$ 30 mil, há 443 pessoas; enquanto outros 582 servidores recebem aposentadoria acima de R$ 20 mil e abaixo de R$ 25 mil.

 

Os números também demonstram que há 2.048 servidores cujas aposentadorias variam entre R$ 12 mil e R$ 20 mil.

 

A distorção do que é pago ao servidor público em comparação com o trabalhador da iniciativa privada é um dos pontos que a Reforma da Previdência tenta corrigir.

 

A reforma já foi aprovada a nível federal e se aplica a todos os cidadãos do país que atuam na iniciativa privada, e também aos servidores federais.

 

Em Mato Grosso, a reforma está sendo debatida no Conselho da Previdência. Parte dessa reforma, que aumenta a alíquota de contribuição do servidor estadual por efeito de imposição da reforma nacional (de 11% para 14%), já tramita na Assembleia e deve ser votada em breve.

 

O aumento da contribuição foi aprovado por 8 votos a 4 no conselho de Previdência de Mato Grosso. O projeto de lei foi lido no plenário da Assembleia na última terça-feira (11), agora o texto segue para ser apreciado nas comissões.

 

O governo afirma que a medida é uma forma de combater o deficit atuarial do Estado. Em março deste ano, o jornal A Gazeta revelou que o deficit da Previdência de todos os servidores públicos de Mato Grosso é de R$ 57 bilhões. Este valor é uma projeção do valor que o governo precisará arrecadar a mais para poder pagar as aposentadorias regularmente nos próximos 35 anos.

 

Nesta segunda-feira (16), às 14h, a Assembleia Legislativa realiza audiência pública para debater a proposta de aumento da alíquota a ser aplicada sobre as contribuições mensais, para o custeio do sistema previdenciário, dos servidores públicos do estado de Mato Grosso.

 

Leia mais notícias sobre Política de MT na edição do Jornal A Gazeta

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

João Batista de Lima - 13/12/2019

Interessante só querem mexer aqui no baixo clero, lá no alto clero ninguém fala nada dos altos salários dos políticos e de outros poderes; é uma hipocrisia colocar culpa em 66 servidores públicos aposentados que ganham R$ 35 mil reais e em funcionários que ganham entre R$ 12 e 15 mil reais pela situação econômica do estado, a culpa todos nós sabemos é da corrupção praticada pelos senhores políticos.

1 comentários

1 de 1

Enquete

Com abertura do comércio, bares, igrejas e retomada de festas, você já retomou à rotina?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 28/10/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 61,70 0,16%

Algodão R$ 130,32 1,33%

Boi à vista R$ 247,18 0,00%

Soja Disponível R$ 167,00 1,21%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.