Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 06/04/2020

Política de MT - A | + A

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR 17.02.2020 | 12h50

DEM oficializa nome de Júlio Campos para disputar o Senado em abril

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

O ex-governador Júlio Campos será o candidato oficial do Democratas (DEM) na eleição suplementar para o Senado em 26 de abril. O martelo foi batido na manhã dessa segunda-feira (17) durante a reunião da cúpula partidária no gabinete do governador Mauro Mendes (DEM). "Está definido que o nosso candidato será Júlio Campos. Agora a direção irá trabalhar para construir uma aliança ampla em torno do nome dele", disse o presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (DEM).

 

Mendes avalizou o nome de Júlio após a direção nacional do Democratas ter apoiado o nome dele para a disputa ao Senado na semana passada. Durante a reunião o DEM sinalizou apoio do fundo partidário para os gastos de campanha. Júlio Campos esteve reunido na semana passada com os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que já iniciaram a contratação de pesquisa eleitoral no Estado. 

 

A decisão pelo nome de Júlio Campos foi unânime, inclusive com o aval do deputado Dilmar Dal Bosco (DEM), que também havia se colocado a disposição para a disputa. 

 

Leia também - Toninho de Souza registra BO por ameaças de morte em redes sociais

 

A decisão também deve limitar o apoio do governador às candidaturas do vice-governador Otaviano Pivetta (PDT) e de Carlos Fávaro (PSD). Ambos estavam disputando o apoio de Mauro Mendes, que tem sido cobrado para permanecer 'neutro' nesta disputa. 

 

Nos bastidores, o aval de Mendes teria sido estratégico para por fim de uma vez na discussão do DEM, em ter candidatura ou apoiar a reeleição de Emanuel Pinheiro (MDB) em Cuiabá. Com o aval de Mendes, o democrata também teria pedido autonomia aos irmãos Campos na hora da escolha do partido na capital. 

 

Júlio Campos entrou na vida pública em 1972, quando se elegeu prefeito de Várzea Grande pelo Arena. Em 1978 foi eleito deputado federal e em 1982 se tornou governador do Estado, na primeira eleição direta desde 1965, já no PDS. 

 

Em 1986 deixa o governo e se elege novamente deputado federal e em 1990 ao Senado, ambas pelo PFL. Em 1998 disputou novamente o governo do Estado, mas acabou sendo derrotado pelo ex-governador Dante de Oliveira, que buscava a reeleição. 

 

Em 2010 disputou novamente a Câmara Federal sendo eleito.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Marlan - 18/02/2020

DR.JULIO MT LHE AGRADECE PELO QUE JÁ FEZ PELO O ESTADO. MAS NÃO ENTRE NESSA DE SER CANDIDATO A SENADOR, ESTÃO LHE FRITANDO COM SUA PRÓPRIA PANELA E SEU PRÓPRIO GÁS. CUIDADO, NEM TUDO QUE RELUZ É OURO. PODERÁS SAIR BASTANTE DECEPCIONADO COM SEUS "APOIADORES" E COM O RESULTADO DAS URNAS...

Uary Mattos - 17/02/2020

Mato Grosso terá um excelente e competente Senador na pessoa do Dr.Julio Campos. Carismático, humilde, simples o Júlio foi um grande Governador e foi atuante parlamentar na Câmara e no Senado. Terá milhares de votos com certeza e será o eleito

Ze leite - 17/02/2020

Tá doidinho pra levar uma surra.

3 comentários

1 de 1

Enquete

A cloroquina está liberada para o tratamento dos pacientes do coronavírus no Brasil, mas a polêmica continua

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 06/04/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,80 0,00%

Algodão R$ 94,10 0,57%

Boi a Vista R$ 133,83 0,47%

Soja Disponível R$ 60,40 -2,11%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.