Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 06/04/2020

Política de MT - A | + A

a favor do funcionalismo 24.01.2019 | 08h20

Estar na base não impede voto contra governo, diz Janaina

Facebook Print google plus
Celly Silva e Pablo Rodrigo

redacao@gazetadigital.com.br

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

Base do governo, a deputada Janaina Riva (MDB) ainda não proferiu voto favorável ao que o Executivo estadual pretende fazer com o pacote de medidas visando estabelecer parâmetros para atingir o reequilíbrio financeiro e fiscal. Por outro lado, a parlamentar tem mantido a postura de votar a favor daquilo que os servidores públicos têm reivindicado.

 

Leia também - Servidores decidem desocupar o plenário da AL na noite desta quarta

 

Conforme a parlamentar, a postura, tanto dela, quanto de seus colegas de sigla, não é surpresa para o governador Mauro Mendes (DEM), que já estaria ciente dessa condição antes mesmo de ser eleito.

 

“O MDB é base do Mauro, mas os 3 deputados do MDB não votam pautas contrárias aos servidores e ele já sabia disso desde quando concorreu, enquanto candidato a governador. Então, a posição do partido é muito clara e o partido só fica na base se ele aceitar o partido com a sua pauta principal hoje no Estado de Mato Grosso, que é a pauta do funcionalismo público. Desde a eleição do Emanuel, essa é a pauta do partido”, disse aos jornalistas nesta quarta-feira (23), após votar contra os projetos de lei que tratam a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), MT Prev e reforma administrativa, todas de autoria do Executivo.

Vale lembrar que, na oposição ao ex-governador Pedro Taques (PSDB), Janaina Riva se consolidou enquanto parlamentar durante a greve geral de 2016, na qual os servidores do Executivo reivindicavam o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA). Naquela ocasião, o então deputado Emanuel Pinheiro (MDB) adotou a mesma linha e, meses depois, foi eleito prefeito de Cuiabá com apoio massivo de representantes das categorias de servidores estaduais.

 

De acordo com Janaina, a postura frente ao governo e aos servidores será uniforme entre os emedebistas, incluindo os deputados estaduais que assumem o mandato no próximo dia 1º, Thiago Silva e Doutor João.

Apesar disso, Riva afirma que nenhum conflito surgiu com o governador até o momento, afirmando que ele tem deixado os deputados aliados livres de pressões.

 

“Ao que parece, não existe pressão governador, pelo menos não houve comigo e nem com nenhum dos deputados. Allan vai ser secretário de governo e está votando com o servidor. Então, não houve uma imposição do governador com relação a essa pauta também”, explicou, dando como exemplo o deputado Allan Kardec (PDT), que assumirá a Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

A cloroquina está liberada para o tratamento dos pacientes do coronavírus no Brasil, mas a polêmica continua

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 06/04/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,00 2,04%

Algodão R$ 90,36 -0,04%

Boi a Vista R$ 134,00 -0,74%

Soja Disponível R$ 64,65 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.