Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 17/10/2019

Cidades - A | + A

Maior paralisação 05.08.2019 | 15h31

Servidores da educação decidem em assembleia manter greve

Facebook Print google plus
Ana Flávia Corrêa

anaflavia@gazetadigital.com.br

João Vieira

João Vieira

(Atualizada às 16h19) - Em assembleia geral nesta segunda-feira (5), servidores estaduais da Educação decidiram por manter a greve, que já dura 71 dias. Esta já é a maior greve da categoria no estado.

 

Leia também - Saxofonista Mestre Bolinha morre em Cuiabá aos 79 anos

 

"Greve só se encerra com proposta", era o que bradavam os professores, em votação que teve apenas duas abstenções. Todos os outros votaram favoráveis a continuidade da paralisação.

 

Eles reivindicam pelo cumprimento da lei 510/2013, que prevê a dobra do poder de compra, e pela restituição dos salários, cortados desde o dia 27 de maio. Sem a proposta do Governo do Estado, contudo, eles não têm previsão de encerrar o movimento.

 

Argumento do governador Mauro Mendes (DEM) é de que o Estado não tem condições financeiras de cumprir o que pedem os manifestantes.   

 

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT), Valdeir Pereira, Mendes deveria apresentar uma proposta até a última quinta-feira (1), mas até o final da assembleia não havia posicionamento. 

 

Conforme orientação da Procuradoria Geral do Estado, trazido a tona nesta segunda, os servidores grevistas da Educação correm o risco de serem demitidos caso não retornem aos trabalhos. Isto porque decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso declarou que a manifestação é ilegal.

 

"Desde o início da greve o governo documentou uma série de medidas de maldade que ele tomaria contra os trabalhadores. A categoria já sabe desde o começo que este governo está disposto a implementar qualquer medida contra as nossas reivindicações", afirmou o presidente.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

paulo - 05/08/2019

gente como vai ficar ha situaçao dos nossos filhos por favor gazeta por todos nos que somos pais de alunos .nos ajudar pedir para o tribunal de justiça fazer faler os nossos direito de pais de alunos nos nao aguenta mais pelo amor de deus ha dra herotilde desembargadora tinha dado praço de tres dias meu filhos ficou tao feliz por achar que ja ia estudar .

1 comentários

1 de 1

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

O presidente Jair Bolsonaro deve sair do PSL?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 17/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,90 1,53%

Algodão R$ 90,65 -0,53%

Boi a Vista R$ 131,57 0,00%

Soja Disponível R$ 75,10 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.