Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 11/08/2020

Cidades - A | + A

Deu em A Gazeta 22.11.2019 | 07h25

UTI pediátrica do Hospital de Câncer não funciona e Ministério Público vai investigar

Facebook Print google plus

Marcus Vaillant/Arquivo

Marcus Vaillant/Arquivo

Ministério Público do Estado instaura inquérito civil para apurar o não funcionamento de 10 leitos, totalmente equipados, de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica, no Hospital de Câncer de Mato Grosso (Hcan). A UTI, inaugurada há um ano e 3 meses, nunca recebeu um paciente sequer. Os leitos, que foram construídos com dinheiro de doações, poderiam estar amenizando o deficit no número de vagas existente no Estado, que é alto. Levantamento da Secretaria de Estado de Saúde (SES) aponta que Mato Grosso precisa de mais 45 vagas deste tipo. Ao todo, em Mato Grosso, existem hoje 32 leitos pediátricos de UTI habilitados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Somando com os leitos existentes na rede privada, o número chega a 96.

 

A portaria para a investigação foi assinada no dia 12 deste mês, pelo promotor de Justiça Alexandre de Matos Guedes, após uma representação feita pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Mato Grosso. Em agosto deste ano, o jornal A Gazeta publicou uma série de reportagens com denúncias de irregularidades no Hcan, entre elas, a falta de funcionamento das UTIs que, mesmo completamente prontas, seguem fechadas. Promotor de Justiça reforça que o inquérito civil objetiva apurar as razões do não funcionamento destes leitos na sede do Hospital de Câncer de Cuiabá, que é referência no tratamento oncológico no Estado.

 

Na portaria, o promotor enfatiza a comunicação da OAB em relação à UTI, bem como de supostas cobranças irregulares por médicos, fato que já está sendo apurado pelo Ministério Público. “Resta portanto a esta Promotoria de Justiça de defesa da saúde pública verificar as razões da falta de funcionamento de equipamento de saúde essencial, eis que é mais que notório o deficit de leitos de UTI pediátrica nesta Capital, gerando incontáveis judicializações da saúde, com efeitos desestabilizadores em todo o sistema”, complementa Guedes.

 

A UTI, que seria a primeira pediátrica oncológica do Estado, foi inaugurada no dia 21 de agosto de 2018 e permanece vazia. O projeto da UTI começou a ser pensado em 2014 e, na época, o Hcan destacou que foi identificada a necessidade de atendimento intensivo e, por isso, realizou o projeto.

 

Entre 2015 e 2017, parte dos recursos do McDia Feliz foi direcionada para as obras e compra de parte dos equipamentos. Em 2017, a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) e a Associação Mato-grossense de Produtores de Algodão (Ampa) arrecadaram doações para compra de móveis e equipamentos. Da mesma forma, a Associação de Amigos da Criança com Câncer (AACC) fez doação para compra de equipamentos. Duas emendas parlamentares federais complementaram os recursos.

 

Confira reportagem completa na edição do Jornal A Gazeta

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Toda a polêmica envolvendo a morte da adolescente é por dúvida se o tiro foi acidental?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 11/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,95 -0,52%

Algodão R$ 92,71 -0,15%

Boi a Vista R$ 134,00 1,52%

Soja Disponível R$ 64,80 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.