Publicidade

Cuiabá, Sábado 31/10/2020

Judiciário - A | + A

Deu em A Gazeta 24.08.2020 | 09h15

Eleição do TJ com 4 opções

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

A disputa pela presidência do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) voltará a ser ‘eleitoral’ e a envolver mais de duas candidaturas em outubro próximo. Isso porque o desembargador Sebastião de Moraes Filho se lançou candidato através de uma carta encaminhada aos demais magistrados.

 

Além de Sebastião Filho, quem também vem articulando candidatura à presidência da corte estadual é o atual corregedor-geral de Justiça, desembargador Luiz Ferreira da Silva e o desembargador Juvenal Perreira da Silva.

 

Já o atual presidente do TJ, desembargador Carlos Alberto Rocha, pretende disputar novamente o cargo caso se aprove a emenda regimental que garantirá a possibilidade de reeleição no Poder Judiciária de Mato Grosso.

 

Com 4 pré-candidatos até o momento, o Tribunal de Justiça voltará a ter uma disputa após 4 anos, quando o desembargador Rui Ramos venceu por 16 votos a 13, Juvenal Pereira da Silva para comandar o biênio 2017/2018.

 

Carta
Em sua carta se lançando candidato, Sebastião Filho lembra que tem mais de 35 anos de serviços prestados ao Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso, e que estaria prestes a aposentar. “Creio que é a hora e o momento de exercer o honroso cargo de presidente desta augusta casa de Justiça”, disse.

 

O desembargador ainda afirma, que caso seja eleito, fará uma direção diferente, “mantendo os mesmos sentidos da atual diretoria e de seus antecessores, em todos os seus aspectos”, e que se aconselhará com todos os ex-presidentes. “Cada um ‘per si’ e todos em conjunto devem estar engajados no propósito maior que é a valoração da justiça, fornecimento de meios próprios e necessários para que o TJMT continue na vanguarda dos Tribunais de médio porte”, completa.

 

No ano em que se criará mais 9 novas vagas de desembargador a partir de setembro, a disputa pela mesa diretora do Tribunal de Justiça, ganha mais polêmicas ainda. Isso porque o Pleno do TJ decidirá sobre duas propostas de emendas regimentais: uma que pode permitir a reeleição e outra que propõe eleição direta para os cargos de presidente e vice-presidente.

 

Confira reportagem completa na edição do Jornal A Gazeta

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Com abertura do comércio, bares, igrejas e retomada de festas, você já retomou à rotina?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 30/10/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 63,20 1,61%

Algodão R$ 129,33 -0,69%

Boi à vista R$ 247,18 0,00%

Soja Disponível R$ 167,25 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.