Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 14/08/2020

Política de MT - A | + A

fim do conflito 06.07.2020 | 16h00

Governador manda chamar professores interinos a partir do dia 14

Facebook Print google plus

Mayke Toscano/GCOM-MT

Mayke Toscano/GCOM-MT

Prestes ao retorno das aulas na modalidade a distância, o governador Mauro Mendes (DEM) determinou que a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) proceda o chamamento dos professores interior a partir do dia 14 de julho. Os professores passarão por um processo de qualificação e os estudantes iniciam às aulas on-line no dia 3 de agosto. 

 

Os professores interinos do Estado já fizeram o processo de contagem de pontos, mas a contratação de cerca de 1,4 mil profissionais foi interrompida por conta da pandemia do novo coronavírus, causador da covid-19. 

 

As escolas que não ficaram em greve em 2019 já haviam iniciado o ano letivo de 2020, essas tiveram os interinos recontratados. Mas, as que ficaram em greve não começaram o ano letivo de 2020 e os profissionais não foram contratados. O governo passou a oferecer estudo com base em apostilas, e aula por televisão, somente uma vez por semana e com foco voltado ao Enem. 

 

Em mensagem aos professores, o governador disse que um plano está sendo finalizado pela Seduc para retorno das atividades, mas só será colocado em prática depois de ouvir a Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM) e os interessados no tema. Na Assembleia Legislativa uma comissão debate o assunto.

 

"O planejamento da Seduc neste momento é reiniciar às aulas, apenas on-line, no dia 3 de agosto. Porque elas poderão ser contabilizadas no calendário escolar deste ano e nós vamos começar a contratar no dia 14 deste mês os professores contratados que poderão compor a grade curricular e a grade necessária para os alunos", disse. 

 

Mauro reforçou que os profissionais irão passar por um processo de qualificação e também os professores efetivos antes do retorno das atividades. 

 

O governo ainda não detalhou o plano de retorno das atividades. Aulas on-line já são realidade no setor privado, mas no Brasil todo as escolas públicas ainda estão com dificuldade. 

 

A situação em Mato Grosso se agrava já que o estado registra um dos maiores crescimento dos casos de infecção pelo novo coronavírus no Brasil, outro limitador é quanto a internet. O serviço não é ofertado com qualidade na maioria dos municípios do estado. 

 
Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Cristina Corrêa de Melo Caramelo - 08/07/2020

Que bom se nao iniciarmos mesmo que on line vai ser muito dificil cumprir o ano letivo.

1 comentários

1 de 1

Enquete

Toda a polêmica envolvendo a morte da adolescente é por dúvida se o tiro foi acidental?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 14/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,80 -1,05%

Algodão R$ 89,78 0,23%

Boi a Vista R$ 135,25 -0,92%

Soja Disponível R$ 61,00 -2,56%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.