Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 18/02/2020

Política de MT - A | + A

DINHEIRO DA LAVA JATO 19.12.2019 | 11h20

STF determina repasse imediato de R$ 430 milhões para MT

Facebook Print google plus
Pablo Rodrigo e Vitória Lopes

redacao@gazetadigital.com.br

Marcos Oliveira/Agência Senado

Marcos Oliveira/Agência Senado

Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes determinou o repasse imediato de R$ 430 milhões recuperados pela Lava Jato para os governos dos Estados que compõe a Amazônia Legal - Mato Grosso, Acre, Amapá, Pará, Amazonas, Rondônia, Roraima, Tocantins e Maranhão.

 

Na decisão proferida nesta quarta-feira (18), Moraes deixa claro que a transferência tem caráter "obrigatório para todos os fins orçamentários e financeiros, sob fiscalização da Controladoria-Geral da União e do Tribunal de Contas da União". 

 

Leia também - Mauro dá indícios de apoio a Carlos Fávaro para Senado

 

"Os referidos créditos sejam objeto de empenho, ainda no ano de 2019, ficando os respectivos valores sob a rubrica e restos a pagar do orçamento, caso não sejam quitados até o dia 31 de dezembro de 2019", diz trecho da decisão. 

 

O entendimento do magistrado seguiu a linha da Procuradoria Geral da República (PRG), que se opôs à tese da Advocacia Geral da União (AGU), que afirmou ser “impossível” que os governadores da Amazônia Legal pudessem receber os recursos da Lava Jato. 

 

No entendimento do Ministério do Meio Ambiente, o repasse não poderia ser efetuado por não existir legislação específica para a transferência “fundo a fundo”. A AGU alegou que aos Ministérios – da Economia e Meio Ambiente - foi atribuída a obrigação de fixar critérios objetivos para a distribuição dos recursos financeiros destinados à Amazônia Legal. 

 

Porém, o ministro Alexandre de Moraes lembro que, apesar dos recursos da Lava Jato ter sido devolvidos para o governo federal, por meio da transferência para a conta única do Tesouro Nacional, "a União assumiu o compromisso de repassar obrigatoriamente parte desses valores para os Estados diretamente afetados pelas queimadas na Amazônia Legal, compromisso esse que, à evidência, exorbita da mera cooperação intergovernamental e não pode ser embaraçada por circunstâncias alheias ao próprio Acordo Sobre Destinação de Valores", diz outro trecho da decisão. 

 

O rateio de R$ 430 milhões recuperados pela operação serão destinados para ações de combate às queimadas e preservação da floresta.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Como você aproveita os dias de Carnaval?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 18/02/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,10 -0,55%

Algodão R$ 89,78 0,56%

Boi a Vista R$ 138,50 0,00%

Soja Disponível R$ 59,00 -1,99%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.