Publicidade

Cuiabá, Sábado 19/10/2019

Cidades - A | + A

Economia de R$ 3,5 mi 05.09.2019 | 11h17

UFMT anuncia demissões após cortes nos recursos federais

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) anunciou na quarta-feira (4) medidas emergenciais para se adequar aos cortes de 30% nos recursos que o Ministério da Educação (MEC) envia para a instituição. Entre as ações para reduzir despesas estão as despensas de funcionários terceirizados e a suspensão de ligações para celulares e números de outros estados. A expectativa é economizar R$ 3,5 milhões.

 

No ofício assinado pela reitora Myrian Serra, a justificativa para as medidas é a "a insuficiência de limites liberados pelo MEC em 2019", que ameaça "a continuidade das atividades acadêmicas e administrativas". As ações serão executadas a partir de segunda-feira (9).

 

Leia também - Câmara e prefeitura de VG realizam mais de 20 palestras de prevenção ao suicídio

 

Segundo o documento, serão reduzidos os porteiros e vigilantes, que são contratados através de uma empresa terceirizada, e a instaladas câmeras de segurança para auxiliar nesse trabalho. A limpeza dos campus também terá menor frequência, para que se possa ter menos profissionais terceirizados nesse setor.

 

O "Ligeirão", ônibus que transporta gratuitamente os alunos dentro do campus de Cuiabá, será suspenso. Fazem parte dos itens suspensos o funcionamento do restaurante universitário durante as férias, envio de Sedex, ligações para celulares e interurbanos, assim como reformas e serviços de marcenaria.

 

Para reduzir o valor das contas de energia elétrica, a reitora decretou que os setores administrativos funcionarão até às 16h30 e irá fazer um desligamento de alguns setores em horários sem uso. As quadras externas e campos só poderão ser usados em atividades acadêmicas.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

O governo tem um ministro condenado, três denunciados e dois investigados. Está na hora de fazer trocas?

Parcial

Edição digital

Sábado, 19/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,30 2,29%

Algodão R$ 90,19 0,73%

Boi a Vista R$ 135,50 0,31%

Soja Disponível R$ 64,80 0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.