Publicidade

Cuiabá, Sábado 04/04/2020

Política de MT - A | + A

Deu em A Gazeta 22.01.2020 | 08h40

Galvan garante ter apoio de líderes ligados ao governo para vaga no Senado

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

Pré-candidato autoanunciado, o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Antonio Galvan, disse que tem apoio de nomes de dentro do governo Jair Bolsonaro (sem partido). O apoio do presidente, porém, não deve ser direcionado a um nome tão cedo, uma vez que outros nomes governistas também manifestaram interesse na vaga.

 

Entre eles, o deputado federal José Medeiros (Podemos), que é vice-líder do governo na Câmara dos Deputados, deve concorrer nas eleições suplementares. Isso porque a vaga em aberto é da senadora cassada Selma Arruda, que também é do Podemos e foi intitulada a ‘senadora do Bolsonaro’ durante a campanha de 2018.

 

Galvan, porém, se apega ao fato de que o agro apoiou a candidatura do presidente eleito. “O apoio dele vai estar entre nós e o Medeiros. Daí vai sair o candidato do governo. A gente também fez campanha para ele aqui no Estado de forma ampla, foi um dos estados que ele teve mais votos. Tivemos a resposta que ele não ia se manifestar agora e ia esperar o desenrolar”, disse.

 

Até o momento, os representantes do agro são os que representam o maior número de interessados pela vaga aberta com a cassação de Selma Arruda por crime de caixa 2. Além de Galvan outros nomes como Nilson Leitão (PSDB), Adilton Sachetti (PRB), Carlos Fávaro (PSD) e Otaviano Pivetta (PDT) manifestaram interesse em entrar na disputa. Dos citados, três concorreram a vaga em 2018, tirando apenas Pivetta que foi eleito vice-governador na chapa de Mauro Mendes (DEM).

 

“Acredito que agora é outro momento, essas pessoas que disputaram naquele ano, assim como o próprio Nilson e Sachetti, não seria mais o momento deles. As pessoas querem um nome novo e a senadora Selma é o exemplo disso. Não podemos tirar o mérito de quem chegou muito próximo, como é caso do Fávaro que ficou em terceiro lugar, mas é uma nova eleição”, disse o presidente da Aprosoja.

 

Galvan é do PDT, assim como Pivetta. De acordo com ele, sua intenção em concorrer foi comunicada ao vice-governador e essa situação deve ser alinhada. “Meu nome surgiu de uma ala do governo federal, estou conversando com deputado Medeiros. Até o momento, os que anunciaram são a maioria do agro, o que é comum no nosso Estado, mas a sociedade quer ver gente com ideias diferentes. Mas tudo vai ser alinhado com o partido e o grupo político. Se outros nomes foram mais viáveis, não me furtarei de apoiar”.

 

A juíza aposentada Selma Arruda foi cassada em decisão de dezembro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), por 6 votos a 1. A corte concluiu que houve abuso de poder econômico e captação ilícita de recursos durante a campanha de 2018. Dos 7 ministros do TSE, apenas Edson Fachin divergiu do relator, Og Fernandes, que manteve o entendimento do TRE de Mato Grosso que cassou Selma em abril deste ano. A senadora cassada só deixará o mandato apenas em fevereiro após o retorno do recesso Legislativo.

 

Os candidatos do agro
Otaviano Pivetta (PDT)
Antonio Galvan (PDT)
Carlos Fávaro (PSD)
Nilson Leitão (PSDB)
Adilton Sachetti (PRB)

 

Leia mais notícias sobre Política de MT na edição do Jornal A Gazeta

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Lindolfo Reinheimer - 22/01/2020

São válidos Galván e Sacheti.

Laureano - 22/01/2020

Kkkk Apoio do Maduro Mendes? Tá ferrado, não tem um voto dos funcionários públicos e de seus familiares.

2 comentários

1 de 1

Enquete

Levando-se em consideração as condições sanitárias do país, você optaria por:

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 03/04/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,60 1,23%

Algodão R$ 97,23 -0,18%

Boi a Vista R$ 134,67 0,00%

Soja Disponível R$ 79,20 -1,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.