Publicidade

Cuiabá, Sábado 08/08/2020

Política de MT - A | + A

Gastos da prefeitura 13.05.2020 | 16h55

Requerimento para criar CPI do Coronavírus tem 10 assinaturas

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Com 10 assinaturas, o vereador Abílio Junior (Podemos) pediu à presidência da Câmara Municipal a criação da CPI do Coronavírus em Cuiabá. O objetivo é saber como foram gastos os R$ 23,9 milhões repassados pelo governo federal para o combate à pandemia e os R$ 2 milhões já repassados pelo Legislativo. Os vereadores devem investigar o descumprimento da leis que versam sobre a gestão, segurança e transparência do bem público, a possível existência de dano ao erário e improbidade administrativa. 

  

Segundo o vereador, apesar de ter em mãos os recursos, a Prefeitura de Cuiabá não apresentou nenhum novo leito e aparelho respirador comprado com os recursos economizados na Casa de Leis e dos que foram repassados de forma emergêncial pela União. 

 

Leia também - Deputado estadual testa positivo para covid e aumenta tensão na AL

 

O vereador suspeita que parte do recurso tenha sido usado para o pagamento de mensalinho a uma emissora de TV local e de o questiona um contrato feito sem licitação no valor de mais de R$ 500 mil para que a emissora transmita aulas não presenciais aos alunos das escolas municipais. 

 

O vereador também considera o valor do contrato de R$ 840 mil feito com uma empresa também sem licitação para o uso de drones que borrifariam desinfetante em condomínios de Cuiabá, o contrato está suspenso e em análise depois que reportagem apotaram o alto custo. O vereador considera também o fato do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) ter firmado contrato com caminhões-pipas para limpar a cidade.    

 

Também considera o fato de que o prêmio saúde vem sendo pago para alguns servidores e contesta o fato da liberação de ponto. Segundo ele, servidores das unidades de saúde não cumprem a carga e vão embora. O vereador destaca ainda o fato dos dados divulgados pela Prefeitura de Cuiabá serem divergentes dos divulgados pelo governo do Estado. 

 

Segundo o vereador, os médicos estão recebendo atrasados e o antigo pronto-socorro, transformado em hospital de referência para covid-19, não possuí sala de repouso em condições de uso pelos médicos e profissionais de enfermagem. 

 

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 07/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,15 0,00%

Algodão R$ 89,87 -0,54%

Boi a Vista R$ 131,78 0,39%

Soja Disponível R$ 73,20 -1,08%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.