Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 16/07/2020

Política de MT - A | + A

aposentadoria 08.01.2020 | 11h45

Proposta de Max Russi diminui contribuição previdenciária de militares em Mato Grosso

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

Uma proposta apresentada pelo deputado Max Russi (PSB) pretende diminuir os valores da contribuição previdenciária dos militares de Mato Grosso. A intenção do Substitutivo Integral ao Projeto de Lei Complementar 96/2019, que trata do aumento da alíquota dos servidores estaduais de 11% para 14% da remuneração, é alinhar o sistema de reforma da categoria às diretrizes da Lei nº 13.954, sancionada pelo Governo Federal no ano passado.

Na prática em nosso Estado, onde as regras poderão ser aplicadas a policiais militares e bombeiros, o cálculo passaria dos propostos 14% para 9,5%, a contar de janeiro deste ano. Já em 2021, essa porcentagem subiria para 10,5%.

 

Leia também - Deputados pedem vista e adiam votação da reforma da Previdência estadual

O deputado Max Russi participou, no final da manhã, de uma reunião com associações militares na Presidência da ALMT. Ele justificou a sua defesa pela nova medida. “Os militares enfrentam condições de trabalho severas e peculiares. Por esse motivo, merecem esse tratamento diferenciado”, argumentou.

A intenção da proposição, que teve a coautoria do deputado Elizeu Nascimento (DC), é de que o valor da alíquota, reajustada gradativamente, seja diferenciada sobre o rendimento bruto dos militares de todas as categorias, assim como: ativos, inativos, pensionistas, cabos, soldados e alunos de escolas de formação.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

ILDO PEREIRA - 09/01/2020

CADA ABSURDO QUE ESTAMOS VENDO, A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA SO PENSA EM LEGISLAR EM CAUSA PROPRIA, DVERIA ACABAR COM O PARLAMENTO, UM DEPUTADO PENSAR ASSIM, SE A IDEIA E VIABIZAR A PREVIDENCIA ESTADUAL, SO OS MILITARES CORRESPONDEm MAIS DE 30% DOS PARTICIPANTES, SE TIRAREM A EDUCAÇAO E SEGURANÇA, NEM PRECISA FAZER REFORMA.

Marcionei - 08/01/2020

É triste saber que uns parlamentares iguais a esses, que tenta aproveitar de situações para auto se promoverem com a categoria nesse momento. Foi aprovada na reforma da previdência dos militares e polícias militares dos estados e Df, alicota de 9.5% a partir de janeiro de 2020 e 10,5 a partir de janeiro de 2021. Só procurar na lei 13.954/19. A lei é clara, cumpra-se. Só não venha dizer que é proposta de deputado estadual.

Elisangela - 08/01/2020

Não esquecendo de que a proposição foi do Deputado Elizeu Nascimento.

3 comentários

1 de 1

Enquete

Você acredita na eficácia das barreiras sanitárias implantadas em Cuiabá?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 16/07/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,10 0,96%

Algodão R$ 90,33 -0,35%

Boi a Vista R$ 135,50 0,24%

Soja Disponível R$ 72,60 -0,27%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.