Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 12/11/2019

Judiciário - A | + A

caso abinoão 25.09.2019 | 10h44

Juiz tira férias e audiência para ouvir testemunhas fica para o próximo ano

Facebook Print google plus

Arquivo

Arquivo

O interrogatório de testemunhas na ação que investiga a morte do policial militar Abinoão Soares de Oliveira foi remarcado. Por conta de férias do juiz Marcos Faleiros, da 11ª Vara Criminal e Justiça Militar de Cuiabá, as oitivas serão realizadas em 3 de fevereiro de 2020, dois meses antes do crime completar uma década.

 

Leia também -Juiz marca interrogatório de vítimas e testemunhas de morte em treinamento do Bope

 

As audiências estavam marcadas para ocorrerem nos dias 23 e 25 de setembro e 1° de outubro. “Cancelo as sessões, anteriormente, designadas em razão das férias do magistrado titular da 11ª Vara Especializada da Justiça Militar e, por conseguinte, seguindo a pauta de audiência daquele gabinete, designo a sessão de instrução para o dia 03 de fevereiro de 2020, às 13h30min”, é decisão proferida dias antes da data marcada.

 

Essa é a segunda vez que as audiências são canceladas esse ano. Antes, deveriam ocorrer em junho. A relação de interrogados em fevereiro ainda não foi divulgada.

 

Além do policial morto, outras vinte vítimas são mencionadas na ação e dois assistentes de acusação.
Vítimas e testemunhas de acusação que moram em outras cidades serão ouvidas por meio de carta precatória.
O interrogatório das testemunhas de defesa e dos réus ainda não foi agendado.

O caso
Abinoão era natural de Alagoas e militar desde 2002, porém, desde 2008 autuava na Força Nacional. Ele estava em Cuiabá para treinamento promovido pelo Centro Integrado de Operações Áéreas (Ciopaer) e Batalhão de Operações Especiais (Bope).

Em abril de 2010, ele participava do curso, no Lago do Manso, quando se afogou ao levar vários “caldos” e . Ele foi levado para o Pronto Socorro de Cuiabá, pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu e morreu pouco tempo depois de ser socorrido.
Outros 3 alunos do treinamento também passaram mal.

Em 2017, a Justiça condenou o Estado a pagar R$ 210 mil para a família do policial morto.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

O fraco desempenho de um time de futebol é culpa do técnico ou jogadores?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 12/11/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,00 -1,87%

Algodão R$ 90,78 -0,32%

Boi a Vista R$ 133,33 0,18%

Soja Disponível R$ 63,70 -2,60%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.