Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 04/08/2020

Judiciário - A | + A

ESCUTAS CLANDESTINAS 20.11.2019 | 08h20

Defesa de Taques pede acesso aos autos da grampolândia pantaneira

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

O advogado do ex-governador Pedro Taques (PSDB), Emanuel Figueiredo, compareceu na Polícia Civil para pedir acesso aos autos da grampolândia pantaneira. A defesa do tucano alega que não visualiza o processo desde o dia 22 de outubro.

 

“O último dia que ela deu visto nos autos pra mim foi no dia 22 de outubro. Já houve vários fatos de investigação e não tive acesso aos autos”, cobra o advogado, citando a delegada Ana Cristina Feldner, que conduz as investigações.

 

Leia também - ‘Nítida disposição em tumultuar’, diz delegada sobre obstrução de Jarbas

 

Figueiredo foi até a Polícia Civil no mesmo dia em que o ex-secretário de Estado de Segurança Pública e delegado aposentado, Rogers Jarbas, cumpriu determinação da 7ª Vara Criminal de Cuiabá em usar tornozeleira eletrônica.

 

Na ocasião, a delegada afirmou que pode representar de novo pela prisão preventiva de Jarbas, uma vez que ele desrespeitou seguidas vezes cautelares impostas pela Justiça. Ainda de acordo com Feldner, o ex-secretário tem “nítida disposição em tumultuar” as investigações que apura o esquema de grampos ilegais.

 

O advogado do ex-governador, que também atua na grampolândia pantaneira, comenta que a delegada “não acha pertinente” alguns pontos de depoimentos dos investigados no esquema.

 

“Tive acesso a um depoimento do Rogers, que ele aponta testemunhas que ela não ouve, que ela não acha pertinente. Testemunhas chaves pra defesa dele, que ela não acha pertinente, mas é o ponto de vista dela, tem que respeitar”, analisa.

 

Em outras oportunidades, Pedro Taques alegou que “está louco para falar” nas investigações da grampolândia, mas que nunca tinha sido convocado. A defesa do ex-governador já enviou um pedido de depoimento para a Polícia Civil.

 

Entretanto, Feldner garante que ele será ouvido, mas que as apurações seguem um andamento pré-estabelecido. “A investigação tem uma dinâmica, todas as pessoas citadas serão ouvidas, não quando as pessoas querem, no momento que a investigação diz que é o momento oportuno para a investigação”, disse.

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 04/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 25,40 -1,74%

Algodão R$ 89,91 -0,12%

Boi a Vista R$ 138,00 0,36%

Soja Disponível R$ 63,68 -2,60%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.