Publicidade

Cuiabá, Sábado 07/12/2019

Política de MT - A | + A

polêmica 11.11.2019 | 13h54

PEC de prisão após segunda instância divide parlamentares de MT

Facebook Print google plus

Carlos Alves Moura

Carlos Alves Moura

As Propostas de Emenda à Constituição (PEC) da Prisão após a Segunda Instância têm dividido os deputados federais de senadores de Mato Grosso. Até agora, 6 dos 11 parlamentares divulgaram seus votos.

 

São duas propostas, uma no Senado e outra na Câmara Federal. No Senado, a PEC 5/2019 entra na pauta da Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) ainda essa semana e tem relatoria da senadora Selma Arruda (PODE). Já na Câmara, a PEC 418/2018 também tem previsão de entrar na pauta da CCJ esta semana.

 

Leia também - Poderia ter mandado Lula ir pra casa antes, diz ministro em visita ao novo hospital

 

As duas propostas têm em comum alterar a legislação sobre a prisão após a condenação em segunda instância. O assunto voltou à tona depois da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que possibilitou a soltura do ex-presidente Lula (PT).

 

De acordo com o levantamento do Mapa Segunda Instância, apenas a deputada Rosa Neide (PT) se declarou contra a alteração. São favoráveis às PECs a senadora Selma Arruda e os deputados federais Dr. Leonardo (SD), Emanuelzinho (PTB), José Medeiros (PODE) e Nelson Barbudo (PSL).

 

No bloco dos que ainda ainda não revelaram os votos estão os senadores Jayme Campos (DEM) e Wellington Fagundes (PL) e os deputados Carlos Bezerra (MDB), Juarez Costa (MDB) e Neri Geller (PP).

 

Ainda segundo o Mapa da Segunda Instância, na Câmara, 204 deputados são favoráveis e 67 são contra, sendo necessários 242 votos para aprovação. No Senado, 44 parlamentares já se manifestaram a favor e 7 contra, faltando apenas 5 votos para conseguir a aprovação.

 

Pela Constituição, o réu só pode ser considerado culpado após o esgotamento de todos os recursos em todas as instâncias do Poder Judiciário. No entanto, em 2016 o STF adotou um entendimento que possibilitava a prisão de condenados em segunda instância, o que foi alterado na última semana.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

CHIRRÃO - 12/11/2019

ROSA NEIDE..SUA CASA VAI CAIR..AGUARDEM E CONFIEM.

Leo Figueiredo - 12/11/2019

Os que não divulgaram são justamente os enrolados com a Justiça...!

2 comentários

1 de 1

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

Enquete

Racismo, fake news e ganância são alguns dos sambas-enredo deste ano. O Carnaval deve ser politizado?

Parcial

Edição digital

Sábado, 07/12/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,70 0,27%

Algodão R$ 91,92 0,44%

Boi a Vista R$ 135,25 -0,51%

Soja Disponível R$ 68,90 -0,72%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.